Vitória encara Atlético-PR e grama sintética em Curitiba

A campanha do Vitória fora de casa não é das melhores no Brasileirão. Até aqui, o Leão perdeu duas, empatou uma e venceu apenas uma partida. Com esse histórico negativo fora de Salvador, a equipe pega neste domingo, 25, às 16h, um adversário um tanto quanto indigesto quando atua no seu campo: o Atlético-PR, às 16h, na Arena da Baixada, pela 10ª rodada do Brasileirão.

O Leão vem de derrota para o Santos, por 2 a 0, na última quarta-feira. O resultado devolveu o time à zona de rebaixamento, com oito pontos conquistados. Além de simplesmente enfrentar o Furacão, o Vitória ainda tem no seu caminho um outro adversário: o gramado sintético da Arena da Baixada. Isso se justifica por causa do domínio dos paranaenses nessa superfície.

Prova disso é que na temporada passada o time venceu 15 dos 19 jogos do Brasileirão atuando lá, além de outros três empates e apenas uma derrota (contra o Palmeiras, campeão da competição).

A campanha levou o time a uma 6ª colocação e, consequentemente, a uma vaga para a Libertadores de 2017. Apesar do conhecimento do adversário, o Vitória pode se apegar a alguns fatos para vencer a desvantagem no piso. O Rubro-Negro foi um dos únicos times a tirar pontos do Atlético-PR na Arena da Baixada na temporada passada, com um empate por 1 a 1. Mas não é só isso. O Leão também fez um de seus melhores jogos na Série A fora de casa. Foi quando bateu o Sport por 3 a 1, de modo contundente, jogando na Ilha do Retiro.

Mas…

Outro ponto que pode diminuir o domínio dos paranaenses é que os adversários parecem ter assimilado como jogar no gramado artificial da Arena da Baixada. A maior prova disso é que, nesta temporada, eles não estão nem mesmo próximos de repetir a campanha da temporada passada atuando em casa.

Até aqui, em quatro partidas disputadas no Brasileirão, o time já perdeu mais do que em toda a temporada passada: soma duas derrotas, um empate e apenas um triunfo – na última rodada, contra o São Paulo, por 1 a 0.

Apesar da queda do oponente atuando em seu território, o técnico Alexandre Gallo não subestima o poderio ofensivo do Furacão em casa e preparou a equipe em um campo sintético do Barradão durante a semana.

“O gramado realmente faz uma grande diferença e o jogo lá se torna muito mais rápido. Tive algumas experiências no gramado sintético com as seleções olímpica e sub-20, e realmente não é fácil a adaptação. Você tem que treinar porque o tempo de bola muda, eles molham também o gramado e o jogo fica muito rápido”.

Atlético-PR x Vitória – 10ª rodada do Campeonato Brasileiro

Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)

Quando: Domingo, 25, às 16h

Árbitro: Rodrigo Batista Raposo

Assistentes: Jose Reinaldo Nascimento Junior e Daniel da Silva Andrade (Trio do Distrito Federal)

Atlético-PR – Wéverton, Gustavo Cascardo, Wanderson, Thiago Heleno e Sidcley; Otávio, Matheus Rossetto, Lucho González e Nikão; Douglas Coutinho e Grafite. Técnico: Eduardo Baptista.

Vitória – Fernando Miguel, Patric, Kanu, Fred e Geferson; Willian Farias, Uillian Correia, Gabriel Xavier e Neilton; David e Kieza. Técnico: Alexandre Gallo.

Fonte: A Tarde

Related posts

Leave a Comment