Baianos se dividem sobre privatizações

Os parlamentares baianos estão divididos a respeito das privatizações anunciadas pelo governo Temer nesta semana. A direita considera positiva a iniciativa do Planalto. Já a esquerda teceu fortes críticas e promete atrapalhar ainda mais os planos do executivo federal. O governo anunciou um pacote de 57 projetos que serão incluídos no PPI (Programa de Parceria Investimentos) para serem colocados à venda ou concedidos ao setor privado. A Casa da Moeda e a Lotex estão na lista. O anúncio foi feito pelos ministros da Secretaria Geral da Presidência, Moreira Franco, de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, e dos Transportes, Maurício Quintella.

A senadora Lídice da Mata (PSB) criticou duramente as privatizações em um discurso no Senado Federal. “Este governo que anuncia o maior plano de privatizações que um governo já fez, não nega o seu DNA antinacional e antipatriótico. Eu achava melhor que vendessem o próprio governo, mas não, eles querem vender as empresas e o patrimônio construído pelo povo brasileiro”, vociferou.

A deputada Alice Portugal, líder do PCdoB na Câmara, deixou claro que os comunistas não deixarão que, segundo palavras dela, “esses lesa-pátria saiam impunes”. “Este governo golpista, de menor popularidade na história do país, conduz o poder do Brasil sem capacidade, legitimidade ou coragem. Genuflexo ao mercado internacional, ao rentismo. Não temos medo da luta. Nosso partido tem na sua história a defesa da soberania nacional e do desenvolvimento, principalmente com viés humano, social. Lutaremos. Não entregaremos o Brasil”, bradou a parlamentar durante pronunciamento no Plenário da Câmara.

Fonte: Tribuna da Bahia

Related posts

Leave a Comment