Sindicombustíveis diz gasolina passará dos R$ 4,00 a partir de hoje

Nessa verdadeira montanha russa que se tornou o preço dos combustíveis nos postos do país por conta da nova política adotada pela Petrobrás, mais uma notícia – ruim para o consumidor – vai impactar no preço final do produto a partir deste sábado (16), nos pontos de venda espalhados pelo estado da Bahia, assim como no Brasil.

Sendo vendido atualmente a um preço médio de R$ 3,94/litro, conforme consta no site da Agência Nacional do Petróleo (ANP), o preço da gasolina, pelo menos capital baiana, já deve ser encontrado, hoje, pelo preço de R$ 4,05/litro. Um aumento de quase 3%. O Diesel S10 também é outro que não vai passar imune pelo reajuste: passará de R$ 3,16, em média, para R$ 3,48/litro. Um acréscimo de 10%.

A justificativa para essa nova subida nos preços, desta vez, é oriunda de um Ato nº 17/2017, do Conselho Nacional de Política Fazendária (Cotepe), publicado no Diário Oficial da União (DOU) do último dia 8 de setembro. Segundo o texto, a mudança se deve por conta de reajustes no ICMS (imposto estadual) que são feitos, segundo o presidente do Sindicombustíveis-BA, José Augusto Costa, a cada 15 dias, após estudos, solicitados pelos estados, para a revisão desse índice. “Esse aumento tributário vai acontecer para toda a cadeia e as pautas do estado da Bahia normalmente não diminuem”, pontuou. Segundo ele, vai caber a cada empresário definir se vai adotar, ou não, o aumento dentro do respectivo estabelecimento.

Mas, nas ruas da capital baiana esse eventual reajuste não foi bem recebido pelos motoristas. “É mais um absurdo. A gasolina já está cara com esse preço e ainda teremos mais esse aumento. Continuamos sendo lesados”, disse Haroldo Pereira. “Eu preciso do carro para trabalhar, pois me desloco bastante. Ou vou alternar para o álcool ou ver quanto está um kit GNV”, reclamou Marcos Rabelo.

As mudanças também vão afetar outros combustíveis como o etanol – vendido em média, por R$ 2,97, passando para R$ 3,20 nas bombas a partir de hoje (elevação de quase 8%) – e o GNV. Este último, por exemplo, vai passar dos R$ 2,33, em média, para R$ 2,44 (subida de 4,7%). Já o óleo diesel sairá de R$ 3,16 para R$ 3,32 (aumento de 5% no preço).

Fonte: Tribuna da Bahia

Related posts

Leave a Comment