Vitória vence mais uma fora de casa e sai da zona

Com um time remendado por diversos desfalques, o Vitória apostou no erro do Atlético-MG e conseguiu sair do Independência, neste domingo, 24, com um triunfo maiúsculo por 3 a 1, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro – após a derrota, o técnico Rogério Micale foi demitido do Galo.

O resultado tirou o Leão do Z-4, e levou a equipe para a 16ª posição, com 29 pontos. No próximo domingo, 1º, o Vitória pega o Botafogo, às 11h, no Engenhão, pela 26ª rodada.

O jogo

O Vitória mal teve tempo para refletir em campo sobre os desfalques nas laterais. Aos dois minutos, Neilton recebeu passe milimétrico de Filipe Soutto e venceu o goleiro Victor com um toquinho por baixo para abrir o placar.

O tento acendeu ainda mais o ímpeto do Leão, que passou a pressionar a marcação e forçar o Galo ao erro. De fato, a estratégia funcionou, e os mineiros tiveram dificuldades para chegar à meta do goleiro Caíque, que substituiu o lesionado Fernando Miguel.

Até os 15 minutos da 1ª etapa, essa foi a história do jogo. Contudo, aos 17, Cazares tabelou com Fred, que devolveu a bola num passe de calcanhar, entrou na área e marcou o gol de empate dos mineiros.

O tento energizou o Galo, que passou a comandar as ações ofensivas – apesar disso, as chegadas, quase todas em cruzamentos para a área, não incomodaram tanto o Leão. O Vitória buscou o contra-ataque e, em alguns momentos, chegou ao campo do Atlético, mas, assim como os rivais, os avanços ofensivos foram inócuos. Mesmo com a melhora do Galo, a partida se manteve empatada na 1ª etapa.

Na volta para o 2º tempo, a intensidade das duas equipes diminuiu. Apesar disso, na primeira chegada mais forte, o Galo obrigou o arqueiro Caíque a fazer uma defesaça, aos 10 minutos, em cabeçada do atacante Fred.

O Vitória parecia esperar um contragolpe com seus dois pontas, Neilton e David. As investidas dos dois atacantes, entretanto, não foram tão eficientes quanto a teoria poderia sugerir.

Mas a aposta de Vagner Mancini de esperar pelo erro do adversário logo deu certo. Aos 24, Tréllez pressionou a zaga do Galo, roubou a bola e arrancou pela direita. O jogador driblou o goleiro e cruzou para o meio. Yago apareceu e fuzilou para o gol para fazer 2 a 1 para o Leão.

Depois do gol sofrido, o Atlético tentou se recompor e buscou mais o ataque. Apesar de incomodar em algumas oportunidades, sobretudo com Cazares, o time falhou no momento do arremate. Caíque ainda fez defesa difícil em falta batida por Otero, aos 37.

O Galo ensaiou uma pressão e tentou, com apoio da torcida, chegar ao empate. Mas o castigo veio no finalzinho, aos 48, em golaço do colombiano Tréllez, por cobertura. Com o triunfo assegurado, o time baiano comemorou a saída do Z-4.

Atlético-MG x Vitória – 25ª rodada do Campeonato Brasileiro

Local: Arena Independência, em Belo Horizonte (MG)

Quando: Domingo, às 19h

Público: 10.865 torcedores

Renda: R$ 144.919,00

Árbitro: Wilson Pereira Sampaio (GO)

Assistentes: Bruno Raphael Pires e Leone Carvalho Rocha (GO)

Cartão Amarelo: Tréllez (V); Luan (A)

Atlético-MG: Victor; Alex Silva, Leonardo Silva, Gabriel, Fábio Santos; Adilson (Otero), Yago, Valdívia, Cazares, Luan (Marlone); Fred (Rafael Moura). Técnico: Rogério Micale

Vitória: Caíque; Ramon, Kanu, Wallace, Geferson; F. Soutto,Uillian Correia,  Yago (René Santos);Neilton (Todinho), David (Kieza), Santiago Tréllez.Técnico: Vagner Mancini

Gols: Neilton, aos 2, e Cazares , aos 17 minutos do 1º tempo; Yago, aos 24, e Trelléz, aos 48 minutos do 2º tempo

Fonte: A Tarde (Foto: DUDU MACEDO | FOTOARENA | ESTADÃO CONTEÚDO)

Related posts

Leave a Comment