Supervisor do Colo-Colo acusa presidente do clube de dever 12 meses de salário

O supervisor de futebol do Colo-Colo, de Futebol e Regatas, da cidade de Ilhéus, Flávio Medrado fez graves denúncias direcionadas à diretoria do clube. Segundo o profissional, o Tigre está com 12 meses de salários atrasados, considerando que são quatro meses do ano de 2017 e oito do ano de 2016.

Em entrevista a um site ilheense, Flávio ainda afirmou que o presidente do clube, Raimundo Borges, alega que não possui dinheiro para efetuar os pagamentos e nem há previsão para que isso aconteça. Com isso, o supervisor revelou que deve contatar um advogado para ingressar com uma ação na Justiça do Trabalho com o objetivo de receber os vencimentos atrasados com os devidos juros e correção monetária.

Flávio Medrado trabalha no Colo-Colo há 17 anos e nesse período participou de grandes conquistas do clube, como o título da segunda divisão baiana em 2014, e o título do Baianão de 2006.

Fonte: BNews

:

Related posts

Leave a Comment