Partidos da base do governador Rui Costa vão à praça Montenegro e o DEM, ver a ficha cair.

Intitulado de Movimento em Defesa do Povo de Camaçari, a Oposição se junta em seis partidos aliados ao governador Rui Costa e vai unida rumo a 2020.
Neste sábado 10/08, a praça Montenegro foi palco da primeira manifestação pública de partidos políticos e lideres progressistas que fazem oposição ao governo do DEM em Camaçari. Centenas de pessoas estiveram presentes durante toda manhã. O ato tinha por objetivo abrir uma série de conversas e conscientização à população sobre como combater o péssimo governo de Elinaldo, e, apresentar um documento de unidade assinado pelos partidos. 
Os discursos foram focados num Listão impresso com 100 forasteiros que somam aproximadamente 45 milhões na gestão do DEM, dinheiro que não entra no comércio local, nem passa pelas mãos das famílias de Camaçari. 
Continuadamente se falava da situação caótica na educação, falta de reajuste salarial para professores, merenda de má qualidade, além de severas críticas a saúde pública, como falta de médicos, remédios, fechamento das UPAs e farmácias públicas – estes foram temas dos discursos dos oradores do dia.
Caetano liderando a frente registrou a importância das pre-candidaturas a prefeito e prefeita dos partidos de oposição que vem sendo postas a sucessão 2020. Alinhadíssimas nas pretensões, as falas foram voltadas para a unidade pelos líderes a seguir: Maurício Bacelar, representando o PODEMOS; Pelo PT, Jackson Josué e Marcelino vereadores, Bira Coroa e Luiza Maia, Ivoneide Caetano, Professor Márcio e Caetano; Roqueney Cabeceira presidente do PSD; Fátima Trabuco, presidente do PSB; Vital Vasconcelos, presidente e Binho do 02 de Julho, vereador do PC doB. Estiveram presentes militantes representando Pedrinho de Pedrão, que também é pre-candidato de oposição pelo AVANTE.
As centrais sindicais CUT e CTB, estiveram também representadas através dos sindicatos dos Metalúrgicos, Sindborracha, Sindselpa, e militantes de tantos outros sindicatos.
Aos poucos o tempo passa e a 01 ano das eleições, tudo que Elinaldo faz já tem cunho eleitoreiro. Internamente seu grupo sinaliza que o DEM, já prevê a derrota do seu alcaide.
A ficha vai caindo. A desgastada imagem do prefeito associada a Bolsonaro, não convence mais a ninguém, sobretudo os formadores de opinião, servidores públicos e outros setores importantes da sociedade com evangélicos e comerciantes. Esse peso recai sobre os ombros dos seus vereadores que não conseguem enxergar a mágica equação para reeleição de no máximo a metade dos mandatos existentes. Vai sobrar muitas cadeiras para a maior renovação da história da Câmara de Vereadores.

Índices de aprovação do governo Rui Costa, aliados a investimentos do estado como reconstrução de rodovias CETREL e Cascalheira, construção da Maternidade, novas escolas estaduais, rede de esgotos, ampliação de agua potável e projeto de instalação do VLT, faz aumentar a dor de cabeça da turma do DEM.

Indice

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *