Camaçari: Entrevista do pré-candidato a vereador João Paulo Rosendo.

João Paulo Rozendo, 28 anos, filho de Camaçari, Engenheiro Mecânico, atua no polo industrial de Camaçari, Professor, morador do Alto da Caixa D’água, é pré-candidato a vereador pelo PSB, e apoia deliberadamente a pré-candidatura de Ivoneide Caetano, a prefeita de Camaçari.
O Camaçari Acontece fez alguns questionamentos sobre sua filiação e pretensões para as eleições 2020.

CA.: Por que você escolheu o PSB, em meio a tantos partidos formados no município?


João Paulo – O PSB é uma sigla muito importante no cenário nordestino e nacional, traz em seu programa um leque de propostas de políticas públicas de cunho social e de distribuição justa de renda, de modo a ajudar muito na construção de uma Camaçari mais justa, igualitária e democrática.

CA.: Qual área você segmenta sua pré-campanha?

João Paulo – Camaçari é uma cidade pujante, com um imenso potencial de geração de emprego, seja no polo industrial, comércio, cargos operacionais e administrativos. Precisamos garantir esses empregos para a população de Camaçari, algo que beneficia a cidade como um todo e alavanca o processo de crescimento social e econômico, visto que, o comércio tanto do centro da cidade quanto o dos bairros são importantes matrizes empregadoras.
Precisamos mudar o contexto educacional, com escolas em tempo integral, oferencendo as crianças da cidade uma educação melhor, com metodologias comportamentais que façam dos mesmo adulto exemplares. Dentro dessa visão, outro aspecto importante é termos o esporte nas escola, juntando educação e esporte como válvulas de escape para mudança de vidas.

CA.: Administração do prefeito Elinaldo atende o mínimo das expectativas do povo?

João Paulo – Não. Não prioriza os municipes! Isso é ruim, a prefeitura deve cuidar da sua cidade, gerar emprego, oferecer educação de qualidade e inovadora, por que quando se melhora a educação, é aberto um leque de oportunidades para melhorias em diversas áreas, saúde, segurança, organização da cidade. E isso não vem ocorrendo na cidade. As oportunidades são entregues aos de forasteiros, empresas de fora. O que temos é oportunidades para pessoas de outras cidades!

CA.: Como você ver a pré-campanha neste momento de Corona Vírus?

João Paulo – A medida é ficar em casa! Todos nós devemos obedecer as orientações da OMS. Isso é uma condição, não devemos romper com essas orientações. A doença é contagiosa e perigosa por conta dos rápidos graus de contaminação.
Vou trabalhar por redes sociais, telefone e eventualmente estarei presente nos momentos de apoio a sociedade, como voluntário ajudando na orientação do povo.
O prefeito não pode estar fazendo palanque com a COVID 19, é melhor reabrir as UPAs, equipar e contratar especialistas, adquirir remédios e colocar alimentos, gás de cozinha e dar atenção às necessidades essenciais ao povo.
Ao invés de deixar de repassar o patronal para ISSM, pagar 11 mi a CLIRCA, e, 11,7 mi ao Hospital Santa Helena, deveria renunciar a 50% dos salários. Nos próximos 6 meses, mais de 20 milhões serão gastos com o Prefeito, Vice, Secretários, CETs e Vereadores.
É necessária e urgente uma campanha de combate e prevenção a dengue, chicungunha e zicavirus. Contratar 1000 pessoas para fazer uma varredura na cidade. Seria o mais sensato, afinal precisamos garantir a vida das pessoas!
O prefeito não pode se aliar ao Corona vírus para justificar suas obras inacabadas, escolas e postos médicos fechados.

CA.: A disputa é muito grande e muitas vezes desigual. Como você vai enfrentar essa batalha?

João Paulo – Eu conto com o povo. É diferente! Sou filho de Camaçari, nasci e me criei na Caixa d’água do Dois de julho, o bairro dois de julho, é nossa base, mas temos multiplicadores e amigos em diversos bairros da cidade, como Nova Vitória, Papa Mel, Inocoop, Piaçaveira, Verde Horizonte, Parques Verde, Phoc’s, Gleba E, Gleba A. A renovação é necessária e serei porta-voz do povo.
Os pré-candidatos ligados ao governo estarão desmotivados, sem perspectivas de vitória e ameaçados pelos vereadores de mandato.

CA.: Quais suas considerações finais?

João Paulo – Creio na força do povo, na União das oposições, na força do ex-presidente Lula e nossos senadores Wagner, Oto e Coronel, no governador Rui Costa e no maior Líder de Camaçari, deputado Caetano. Acredito na luta das mulheres e na experiência técnica e política de Ivoneide Caetano. Além de tudo, sei que o povo não apostaria mais nesse time de Elinaldo, Bolsonaro e Neto.
Essa turma tá fora dos sentimentos do povo. Vai ter mudança.
Com a força de Deus e o apoio do povo nas bases!

Redação do Camaçari Acontece.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *